Ligue agora: 0800 580 0960
De 2ª à 6ª das 09:00 às 17:00
Formação de Preço

Formação de Preço

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Muitos empreendedores tem dificuldade em formação de preço de seus serviços e produtos. Alguns trabalham muito, vendem muito e não conseguem ter lucro porque estão errando na formação do preço. Vou deixar algumas dicas aqui que auxiliarão você a forma os preços de seus produtos:

1ª Dica: Diminuir os custos de compras

Empresa que mais tem lucro não é a que vende mais caro e sim a que compra mais barato. É preciso rever os preços de todos os fornecedores, principalmente os prestadores de serviço que são os custos mais silenciosos: serviço de telefonia, aluguel, advogado, contador e outros.

A LMA possui em seu grupo de empresas uma importadora. Se você precisar fazer uma cotação de quanto custa o produto que você comercializa, na China, entre em contato conosco.

2ª Dica: Conhecer o preço da concorrência

Conhecer por quanto a concorrência está cobrando pelo mesmo produto faz muita diferença na hora de fazer seu preço, pois os clientes fazem pesquisa na Internet antes de comprar, em sua maioria. Caso seu preço esteja mais alto, não entrarão em contato com sua empresa.

3ª Dica: Listar os custos fixos e variáveis da empresa

Sua empresa possui custos fixos (aqueles que tem que pagar todo mês vendendo ou não), esses custos precisam ser diluídos nos produtos que você comercializa. Muita das vezes, vale a pena ter uma margem de lucro pequena e ganhar na quantidade vendida.

É importante conhecer a carga tributária que sua empresa possui e saber quanto tem que pagar de imposto sobre cada venda que faz. Lembrando que não pagar os impostos gera uma “bola de neve”que fica impagável lá na frente. O dinheiro destinado aos impostos é sagrado, não caia na tentação de gastar com outras coisas.

Caso você tenha dificuldade e precise de uma assessoria, entre em contato conosco que podemos te ajudar.

Empreendedor herdeiro

Empreendedor herdeiro

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Quando se fala em empreendedorismo, sempre remetemos nossos pensamentos a algo novo. Porém o empreendedorismo é mais visto em negócios já existentes do que em negócios que estão iniciando. É comum herdeiros que assumem empresas de seus pais e avós, terem que empreender para permanecerem no mercado.

O empreendedorismo está intimamente ligado à inovação. O empreendedor herdeiro geralmente inova na questão de tecnologia para continuar vendendo seu produto ou serviço de forma mais rápida e eficiente, trazendo comodidade, transparência e segurança a seus clientes.

Uma empresa administrada de forma não profissional, usando métodos e critérios de escolhas baseados na amizade e laços familiares tem uma dificuldade maior para empreender, pois possui arraigado um paternalismo nocivo aos negócios. Grande é a tarefa de empreender para um empreendedor herdeiro, que precisará quebrar paradigmas o tempo todo.

Ao empreendedor herdeiro eu deixo aqui 3 dicas importantes:

1ª Dica: Usar toda tecnologia disponível para otimizar recursos.

Quando implementamos uma nova tecnologia de automação dos processos dentre de uma empresa, a sensação inicial é que tudo está sendo caro. Porém a médio e longo prazo a tecnologia se paga e reduz os custos que a empresa possuíra no passado. Quanto menos pessoas existirem fazendo parte dos processos, mais eficiente sua empresa será.

Como o emprego de tecnologia é sinônimo de desemprego, várias medidas podem ser utilizadas pelo RH (Recursos Humanos) para minimizar esse impacto social, tais como: aproveitar os colaboradores em outros setores, fazer processos de jobhunting para alocar a mão-de-obra excedente em outras empresas, treinamentos para mudança de setor e etc.

2ª Dica: Fazer um Benchmarketing em outras empresas

Fazer um Benchmarketing é buscar em outras organizações aquilo que elas fizeram de melhor e adaptar à sua realidade. Como as empresas do mesmo seguimento não abrem seus segredos, buscar empresas de outros seguimentos ajuda do processo de crescimento, pois eles sempre terão como agregar valor ao seu negócio através de inovações dentro dos processos de trabalho.

Nessa etapa o importante não é “inventar a roda” é a prende a fazer essa roda girar mais rápido.

3ª Dica: Ouvir os clientes

Sempre que se pretender fazer algo novo, escutar o cliente é fundamental, pois tudo que está sendo preparado é para ele no final. A síndrome do “eu sei tudo” é o princípio do fim para muitas empresas, arrogância e prepotência são fortes ingredientes para preparar o fracasso mais rápido.

Se você gostou dessas dicas, você poderá encontrar muitas outras no nosso canal no YouTube:

 

 

Seja um dos afiliados da LMA e ganhe mais de R$ 18.000,00 por mês

Solicite uma proposta




Design e programação por Daniele Sousa Webmaster